Tag Archives: final feliz

Pay it forward

Comprar ingresso para o Glastonbury Festival… nos passamos este sufoco todo o ano.  Para voce ter uma ideia sao 135,000 bilhetes a venda e mais de 1/2 milhao de pessoas querendo um. Primeiro que so pode comprar ingresso se voce registrar primeiro e ingressos nao podem ser revendidos (sua fotinha aparece no bilhete e e checada na entrada). Imagina toda essa gente tentando entrar um um website para reservar o seu? Agora imagina este website ser  See tickets – uma empresa que nao e conhecida por sua atencao ao consumidor…. entao Domingo passado era dia de comprar ingresso. Eu e o marido estavamos no Peak District por conta de um casamento. Levantamos cedo e quando deu 9 da manha comecamos a batalha.

Click refresh, click refresh, click refresh… click refresh again e nada de conseguir entrar no site. Eu acompanhando tudo pelo Twitter tambem, quantos ingressos ja tinham sido vendidos, quem comprou, quem nao estava tendo sorte, etc. Como desgraca pouca e besteira, la para as 11:30 da manha o marido derruma uma xicara cheia de cafe no computador. O bichinho para de funcionar. Eu mordendo a minha lingua para nao falar : I told you so (porque eu tinha falado para ele mudar a xicara de lugar). O Mac Gyver entra em acao. Com uma faca de cozinha e um secador ele faz o computador voltar a funcionar. E da-lhe refresh e nada. Ao meio dia e meia, eu vejo no meu timeline no Twitter uma pessoa falando que ele conseguiu entrar no site e se alguem quisesse ajuda para ligar para ele. Eu nao pensei duas vezes, liguei. E comecei a passar os meus detalhes de registro e numero do cartao de debito e voila. Este anjo me passa os detalhes da compra e 6 horas depois eu recebo um email da See tickets como confirmacao – os ingressos estao guarantidos.

Agora, este carinha nao precisava ajudar a ninguem, ele ja tinha guarantido os ingressos dele no comeco da manha. Nos fazemos parte de uma comunidade no Twitter de gente que curte Glasto, mas nunca o conheci na vida real. Outros membros da comunidade estavam fazendo o mesmo, ajudando quem nao conseguia entrar no site comprar ingressos. Achei este lance super bacana, porque hoje em dia nos somos muito desconfiados, cinicos (a primeira coisa que o marido perguntou foi: como voce sabe que ele nao vai roubar os detalhes do seu cartao. A minha resposta: eu nao sei, mas vou confiar) e nao esta muito na moda a ideia do “Pay it Forward”.

Este pequeno acontecimento me deixou feliz a semana inteira. Este mundo esta cheio de gente legal. E por isso que no dia de resale (ingressos cancelados) eu vou levantar cedo e tentar ajudar aqueles que ainda nao conseguiram comprar ingresso.

E quando estivermos em Glasto em Junho do ano que vem, ja falei para o carinha que quero encontra-lo and the ciders are on us.